Especial de Halloween

31 outubro 2017

   Happy Halloween!


Halloween, uma palavra cujo a tradução e Dia das Bruxas. O Halloween sofreu muitas alterações ao longo do tempo, as atuais abóboras ou famosa frase "doces ou travessuras" não era empregada antigamente, elas foram exportada do Estados Unidos.
Halloween hoje é uma festa muito comemorada pelos norte americanos, onde acreditam mais nisso, e também são comemoradas em outros locais.
Antigamente, acreditavam que na noite 31 de outubro, espíritos, bruxas e outras criaturas saiam nessa noite, mas para não serem capturados eles se fantasiavam, acreditando que iriam enganar as bruxas e outras criaturas. Hoje as pessoas saem por diversão e para ganhar doces.
Muitas tradições do halloween continuam vivas até hoje, outras foram esquecidas, mas não tem como mudar isso, o tempo passa certo, não?

Então para encerar com chave de ouro vou lhe contar uma historia criada por mim!




Halloween





Era noite de Halloween, para falar a verdade eu não comemoro isso, mas meus amigos me obrigaram a sair com eles, e não tem como negar.
Já estava na hora de ir, eles já estavam me esperando. Saímos pelas ruas, em duas horas andando, já tínhamos enchido metade da abóbora que estava guardando os doces.
Eu já estava cansada de andar, mas eles não queriam parar para eu descansar. Durante nossa caminhada, nós não havíamos percebido que estávamos na frente de um cemitério. Do nada, um vento forte veio, um arrepio percorreu nosso corpo, um arrepio bem forte, e o medo. Barulho esquisitos começaram a vir a tona, uma risada de bruxa começou a soar.

-Olá garotinhos e garotinhas! - Disse aquele ser estranho.
-Quem é você? - Perguntamos quase todos juntos.
-Eu sou seu pior pesadelo!

Do nada todos nos começamos a gritar. Nossos piores medos foram vindo em nossas mentes, eu não gostei de sentir aquilo e nem de pensar, mas não tinha jeito de fugir.
Lembrei que eu não gosto de bruxa, gosto mais de esqueleto e lobisomem.

-Eu não tenho medo de você! Você acha que fazendo eu sentir medo vai ganhar de nós?! -Respondi confiante e não deixando o medo me dominar.
-Sim, eu acho! -Respondeu a bruxa.
-Então está errada! Deixe meus amigos e eu em paz! Saia daqui! - Respondi ainda mais confiante e sem medo.

Do nada tudo aquilo sumiu, uma forte luz surgiu. Quando abri meus olhos, nós estávamos na rua de dava para o cemitério, saímos de lá correndo e entramos em outra rua.  A partir daquele dia eu não perdia um halloween junto dos meus amigos!
Apesar, eu perdi meu medo de bruxa!


           Fim!

Resenha: "Fiquei Com Um Famoso" - Thalita Rebouças

13 outubro 2017

  Olá gatinhas e gatinhos! 
  Hoje a resenha é de um livro bem curtinho, leve e divertido.

Então, vamos conhecer um pouco da Camila ... 


"Fiquei Com Um Famoso" - Thalita Rebouças


livro nacional/livro para adolescente/livro pequeno/livro grátis/thalita rebouças/fã de banda





Título: Fiquei Com Um Famoso
Autora: Thalita Rebouças
Editora: Rocco Digital
Número de páginas: 18 páginas
Gênero: Literatura Juvenil 


Sinopse

A história é narrada por Camila Fernanda, fã ardorosa de uma banda adolescente que teve sucesso fulminante, mesma banda que protagoniza a história do livro 360 dias de sucesso. Camila Fernanda acompanhou toda a história da banda, desde o primeiro clipe, assistiu a inúmeros shows e conheceu seus ídolos pela internet e também ao vivo. Apaixonada por Pedro, o guitarrista, Camila realiza o sonho de ficar com ele. No entanto, esse sonho trará muita dor de cabeça para ela e para Pedro, que namora Babi.


Resenha

   O livro é narrado por Camila Fernanda, ela acaba descobrindo uma banda, sendo umas das primeiras pessoas a assistir um vídeo de uma banda, logo ela espalha o vídeo para suas amigas . A banda é formada por cinco amigos: Pedro, Pá, Theo, Gualter e Mari. Camila, não só se apaixona pelo som da banda, como também pelo Pedro, o guitarrista. Ela adiciona eles na rede social e descobre que Pedro namora faz um tempo com Babi, mas mesmo assim Camila e suas amigas fazem de tudo para se aproximar da banda, ir aos shows, e ela não vai desistir até conseguir o guitarrista. 




" - Posso te dar um abraço? - perguntei, louca para ouvir sim.
   - Claro! - respondeu ele.

Claro é tipo mil vezes melhor que sim, vamos combinar! E ele me abraçou e o tempo parou! E eu pude encostar o meu nariz no pescoço dele e respirar fundo para sentir seu cheiro.

 
  

O que achei do livro

    O livro consegue nos passar as emoções da protagonista, e nos faz sentir que somos a melhor amiga dela, é uma espécie de diário. Camila, é muito animada e divertida, ama ser fã, o livro consegue nos mostrar bem isso em apenas 18 páginas. A narrativa é um ponto forte no conto, ela nos aproxima muito dos personagens e dos acontecimentos.
  Indico o livro pra quem está procurando por leitura mais leve, descontraída e rápida. Também indico o livro pra quem estiver passando por ressaca literária.

O conto é um spin-off  do livro "360 Dias de Sucesso", também da Thalita Rebouças.


Qual livro você já leu da Thalita? O que achou? 

Beijos e até a próxima! 

Resenha: "Um Novo Pirata" - Olívia Neves

05 setembro 2017

  Olá, gatinhas e gatinhos!
  A resenha da vez é do livro "Um Novo Pirata", da escritora nacional Olívia Neves. 
  Venham comigo embarcar no navio "Coração dos Mares"!



Um Novo Pirata - Olívia Neves



  



Livro: Um novo pirata
Autor: Olívia Neves
Páginas: 154
Gênero: Infanto juvenil
Editora: Giostri
Lançamento: 2014


 Sinopse 

Três piratas – Jake, sua irmã Gabrielle e o amigo Matthew, apaixonado pela jovem – vão parar na casa do Duque Jeanville, um dos nobres mais ricos e respeitados da Inglaterra, que conta com a ajuda deles para encontrar um grande tesouro há muito desaparecido. Só existe um mapa para encontrá-lo, e o Duque nem imagina que este mapa está tatuado nas costas de Jake, filho de um lendário pirata, o Capitão John Smith, do qual não se sabe o paradeiro, nem se ainda está vivo. As duas filhas do Duque, Danielle e Evelyn, se envolvem com os piratas mas cada uma com sua intenção: a primeira deseja se apossar do caminho do tesouro para passar a perna no pai, enquanto a mais nova se apaixona por Jake e foge com ele, embarcando em seu navio “Coração dos Mares” como clandestina. Narrada pelo amigo e companheiro de aventuras de Jake, o imediato Morgan Morthan, está é uma grande aventura, que traz à tona segredos de família há muito sepultados e coloca nossos personagens em meio a grandes perigos! Embarque você também no “Coração dos Mares” com esses corajosos viajantes!


Resenha

  A história é narrada pelo pirata Morgan Morthan, este se torna de confiança de Jack e ele também se torna confiável para Morgan. 
  Jack tem 18 anos e vive no navio pirata junto com sua irmã Gabrielle e Matthew, seu melhor amigo. Sua mãe foi queimada quando eles eram crianças, acusada de bruxaria.
  Eles são abandonados do navio de seu pai, o conhecido Capitão John Smith, e acabam indo para a casa do Duque Jeanville, pois por serem piratas, eles não eram bem visto em terra firme. O Duque Jeanville, fora casado com Viola, que sumiu e ninguém sabe sobre seu paradeiro. Viola, é conhecida como a deusa do mar e dona do enorme tesouro, esta pediu para o Capitão John Smith esconder seu tesouro, e apenas o Capitão John Smith possuía o mapa.
  O que o Duque não esperava é que o mapa está tatuado na costa de Jack, e que ele e sua filha, Evelyn, estão completamente apaixonados um pelo outro. 
  Embora, Evelyn, já estava comprometida para outro homem, ela embarca escondida no navio atrás de Jack, para viver suas paixões: o mar e Jack

   
 Evelyn saiu da conversa e seguiu para escolher alguma 
cabine para trocar de roupa. Ela também estava diferente: 
não se via mais a moça mimada de antes, parecia mais 
adulta, ou algo do tipo.
— Espere, Evelyn — o Duque a chamou. Evelyn 
parou e olhou para ele, fria e irritada ao mesmo tempo. — 
E na caverna? O que tem lá?
— Nada que pudéssemos levar para casa.
Ela virou-se e não disse mais nenhuma palavra. Algo 
estava acontecendo.


Muita aventura, mistério e perigos aguardam os piratas nesta caça ao tesouro.

O que achei do livro


  É uma leitura leve, rápida, sem enrolação e que flui muito bem, e que é lido em poucas horas. Gostei do livro e sempre ficava mais e mais curiosa para saber o que iria acontecer, e também ficava imaginando uma adaptação cinematográfica enquanto o lia.
  A diagramação do livro é boa e em cada lateral da página há um navio pirata. A capa também é bem atrativa. 
  No inicio do livro é apresentado cada personagem e as suas características, o que ilustra melhor e nos deixa mais familiarizados.
   É um livro excelente para adolescentes lerem. Aventuras, romance e o mistério do tesouro. 




  Para adquirir:

Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria: https://www.essenciallitterispllivraria.com/infantojuvenil




  Deixe seu comentário e até a próxima!

Resenha: "Lavínia e a Árvore dos Tempos" - Lucinei M. Campos

01 setembro 2017

   Olá, gatinhas e gatinhos! 
   Hoje a resenha é de um livro muito especial, que é capaz de nos levar para outro mundo. 

    Venha comigo conhecer a Vina e embarcar nas aventuras junto com o Léo e Lourivaldo! 



Lavínia e a Árvore dos Tempos - Lucinei M. Campos


Sinopse

Se você se visse cercado por seres nunca vistos antes, como uma fada homem rabugenta, 
que carrega uma peixeira e detesta humanos? Aconteceu com Lavínia, uma menina de nove, quase dez anos, um pouco diferente das meninas de sua idade que teve sua vida transformada, ao receber uma fada distinta a qualquer criatura mágica conhecida. Laus detestava seres humanos, e por esta razão, teria de cumprir pena ao seu lado por todos os males feitos contra os mesmos. O que seria um presente para a menina era um castigo para ele, que para entrar no nosso mundo teve que tocar seu dedo num livro que o transformaria em um típico morador da região escolhida. Mas, por engano, tocou num lugar bem oposto à terra da menina. Assim, seu nome, sua varinha, suas roupas, se modificaram completamente. Laus passou a ser Lorivaldo, e sua varinha, uma peixeira.
Juntos, vão desvendar os segredos da imponente Árvore dos Tempos, que dá pergaminhos no lugar de frutos, e onde surgem nomes de pessoas importantes para a história da humanidade. O que pode revelar traços de coisas misteriosas e em comuns que há entre os dois e o mundo dos quais pertencem.


Resenha






 "Use a magia, mas nunca se esqueça que mais forte que a força visível aos olhos, é aquela invisível às mentes fracas e escassas de esperança."


 Lavínia é uma menina de 9, quase 10 anos. Ela não tem amigos, exceto o Léo, seu vizinho que vai passar todas as tardes juntos, porém ele estuda em outra escola. Em sua escola, Lavínia vive sendo perseguida pelos colegas, onde tem as panelinhas dos valentões, marrentinhas, esportistas e nerds, e Lavínia não se encaixa em nenhuma dessas. No recreio, ela se isola de todos e tem seu lugar escondido, para ficar livre dos valentões e das marrentinhas. 

 Enquanto isso no mundo mágico das fadas, Laus, uma fada homem (isso mesmo, fada homem!), rabugenta e que odeia os humanos, está sendo julgado pelos seus terríveis atos, sua sentença é passar um ano sendo a fada responsável de um humano. 

  Laus, veio para nosso mundo. Aqui, ele teve que mudar seu nome, e se tornaria um típico habitante da região que fosse escolhida através do Regionário. A região norte do Brasil é a que foi escolhida para representar, e agora Laus se transforma em Lourivaldo, um homem tipicamente nordestino. Sua varinha se transformou em uma peixeira, seu sotaque era nordestino. 

  Lourivaldo, será a fada protetora de Lavínia, ela não entende ao certo o motivo de estar sendo protegida. Ele sempre odiando os humanos, e tratando Lavínia com ignorância,  terá o desafio de protegê-la pois seu nome apareceu na Árvore dos Tempos, e ela corre risco de cair em mãos terríveis.


O que achei do livro

  Faz tempo que eu queria ler um livro assim, que fosse capaz de fazer viajar e esquecer do mundo ao redor. Este livro me trouxe uma sensação muito boa e me prendeu do início ao fim. 
  O livro é bem escrito, fácil de ler, fluido e encantador. A narrativa (terceira pessoa), nos aproxima muito dos personagens, principalmente de Lavínia, as vezes eu também sentia triste quando ela ficava e sentia as emoções que ela sentia. O mais encantador é a forma que Lavínia, que ainda é criança, parece ser tão adulta, e já compreender tantas coisas. Outra coisa interessante foi a forma como também aparece personagens do folclore brasileiro.

 A diagramação é perfeita,
 as letras são de tamanho excelente, as páginas amareladas e de boa qualidade, e no lateral de cada página há um facão e o galho da Árvore dos Tempos.  

  Este não é apenas um livro para adolescentes ou crianças, não pense isso por causa da capa ou título, ou pelos personagens principais serem crianças. É um livro para todas as idades e que possui muito ensinamentos, reflexões sobre bullying, convivência na escola, amizades... E possui um enredo incrível, ou melhor, mágico! 

O livro tem a continuação que é "Lavínia e a Magia Proibida" 

Para adquirir:  


Lavínia e Árvore dos Tempos e Lavínia e a Magia Proibida:

 Diretamente com o autor, nas redes sociais

 Na livraria virtual Sanfer Livros

 Em livrarias do estado do Rio

 Leitura, no Rio de Janeiro (ParkShopping, Shopping Nova América,

Shopping Américas, Shopping Bangu, Shopping Metropolitano)

 Gutenberg, em São Gançalo (Partage Shopping)

 Itatiaia, em Duque de Caxias (Shopping Grande Rio)


 Café com Letras, em Nilópolis (Centro)


Neste link você conhece um pouco do escritor e também seus outros livros https://gatinhadoslivros.blogspot.com.br/2017/02/parceria-lucinei-m-campos.html


Resenha: "Enarê e seu amigo Trovão-Forte" - João Leles Martins

23 agosto 2017

   Olá, gatinhas e gatinhos! 
  
  A resenha de hoje é do livro "Enarê e seu amigo Trovão-Forte", do escritor parceiro João Leles Martins. 
  Venha conferir sobre este lindo livro que conta a história de duas tribos rivais.


"Enarê e seu amigo Trovão-Forte"




Enarê e seu Amigo Trovão-forte



Sinopse - por Kátia Eli Pereira

A doçura e a leveza desta história farão os leitores se apaixonarem. Contudo,  a mensagem contida nas páginas ricamente ilustradas trarão uma grande e rica lição. E não poderia ser diferente se tratando do querido escritor, cuja alma criativa cria mais um meio de ensinar uma parcela tão preciosa de nossa sociedade: As crianças. Para conseguir tocá-las com tanta sabedoria escolheu como tema, o perdão e, como cenário, a mata incluindo todos os seus habitantes, bem como, os primeiros habitantes desta porção do planeta que muitas riquezas e ensinamentos nos deixaram... Refiro-me à população indígena para qual temos grande dívida moral!
Na trama, recebemos informações a respeito de antiga contenda que resultou na inimizade de dois povos tão próximos e semelhantes no que se refere a costumes e tradições. O fato é que um simples desentendimento desencadeou uma rivalidade que perdurou décadas. Mas, como tudo nesse mundo tem  solução, o nascimento de uma linda indiazinha já fadada a trazer muitas alegrias para sua tribo, colocou fim a uma era de rivalidades. O seu grande coraçãozinho semeou a paz esquecida e preparou o campo para um novo e mais feliz período para os integrantes dos dois grupos.
Encantadora história que nasceu de outro encanto em forma de pessoa: O autor.
Os leitores são presenteados com mais esta obra direcionada a um publico ávido por grandes novidades.


Resenha 



 O livro conta a história de Enarê, um indiazinha que nasceu em uma tribo distante. O pajé viu que o futuro dela seria lindo.  
 O tempo passou, e já com seis anos, Enarê saía para divertir. Ela brincava todo dia perto do rio, onde fez amizade com os peixes e com a capivara que lá ficava.
  Um certo dia enquanto ela brincava com a capivara, viu um menino acenando para ela, como não dava para eles se falarem por estarem longe, começaram a se comunicar com acenos. Todo dia ela ia ver ele, porém um dia ele não estava lá e ela ficou triste.
  Enarê, estava lá em mais um dia observando, até que ele com mais um garoto que ela não conhecia, estavam indo até lá em uma canoa. O nome dele era Trovão-Forte. Trovão-Forte levou presentes para ela, e Enarê plantou em sua aldeia. No outro encontro, ela deu alguns presentes também.
   Um dia ela contou à ele que seu cachorro havia machucado, Trovão-Forte disse para Enarê que era para levar o seu cachorro em sua aldeia, onde uma curandeira o curou. Na tribo de Trovão-Forte havia uma mulher que não andava, então ele levou para a tribo da Enarê, onde o pajé a curou.
  O pai de Trovão-Forte disse que a tribo dele é inimiga da tribo da Enarê. A tribo de Enarê descobriu que as coisas que eles haviam ganhado era da tribo rival, então resolveram fazer uma reunião para saber se ia ter paz ou guerra.

   A decisão e o desenrolar da reunião você confere no livro. 


O que achei do livro

  Acho que sou suspeita para falar que gostei deste livro, pois simplesmente amo todos que leio do escritor João Leles Martins. 
  O livro me encantou pelo enredo e o tema central. A mensagem que o livro nos mostra é de profunda reflexão e sabedoria, além de trazer ensinamentos sobre o perdão, e um final lindo.

 O livro é bilíngue (português/espanhol), com ilustrações lindas, assim como a diagramação do livro, e as folhas são de excelente qualidade. 
  No final possui um questionário com perguntas sobre o livro, o que dá para ler e depois refletir e responder o questionário, e o que é também muito interessante para trabalhar em sala de aula. 




 Para adquirir:

© Copyright Gatinha dos Livros | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: CRIATIVO DESIGNER.
imagem-logo