Resenha: "Um Novo Pirata" - Olívia Neves

05 setembro 2017

  Olá, gatinhas e gatinhos!
  A resenha da vez é do livro "Um Novo Pirata", da escritora nacional Olívia Neves. 
  Venham comigo embarcar no navio "Coração dos Mares"!



Um Novo Pirata - Olívia Neves



  



Livro: Um novo pirata
Autor: Olívia Neves
Páginas: 154
Gênero: Infanto juvenil
Editora: Giostri
Lançamento: 2014


 Sinopse 

Três piratas – Jake, sua irmã Gabrielle e o amigo Matthew, apaixonado pela jovem – vão parar na casa do Duque Jeanville, um dos nobres mais ricos e respeitados da Inglaterra, que conta com a ajuda deles para encontrar um grande tesouro há muito desaparecido. Só existe um mapa para encontrá-lo, e o Duque nem imagina que este mapa está tatuado nas costas de Jake, filho de um lendário pirata, o Capitão John Smith, do qual não se sabe o paradeiro, nem se ainda está vivo. As duas filhas do Duque, Danielle e Evelyn, se envolvem com os piratas mas cada uma com sua intenção: a primeira deseja se apossar do caminho do tesouro para passar a perna no pai, enquanto a mais nova se apaixona por Jake e foge com ele, embarcando em seu navio “Coração dos Mares” como clandestina. Narrada pelo amigo e companheiro de aventuras de Jake, o imediato Morgan Morthan, está é uma grande aventura, que traz à tona segredos de família há muito sepultados e coloca nossos personagens em meio a grandes perigos! Embarque você também no “Coração dos Mares” com esses corajosos viajantes!


Resenha

  A história é narrada pelo pirata Morgan Morthan, este se torna de confiança de Jack e ele também se torna confiável para Morgan. 
  Jack tem 18 anos e vive no navio pirata junto com sua irmã Gabrielle e Matthew, seu melhor amigo. Sua mãe foi queimada quando eles eram crianças, acusada de bruxaria.
  Eles são abandonados do navio de seu pai, o conhecido Capitão John Smith, e acabam indo para a casa do Duque Jeanville, pois por serem piratas, eles não eram bem visto em terra firme. O Duque Jeanville, fora casado com Viola, que sumiu e ninguém sabe sobre seu paradeiro. Viola, é conhecida como a deusa do mar e dona do enorme tesouro, esta pediu para o Capitão John Smith esconder seu tesouro, e apenas o Capitão John Smith possuía o mapa.
  O que o Duque não esperava é que o mapa está tatuado na costa de Jack, e que ele e sua filha, Evelyn, estão completamente apaixonados um pelo outro. 
  Embora, Evelyn, já estava comprometida para outro homem, ela embarca escondida no navio atrás de Jack, para viver suas paixões: o mar e Jack

   
 Evelyn saiu da conversa e seguiu para escolher alguma 
cabine para trocar de roupa. Ela também estava diferente: 
não se via mais a moça mimada de antes, parecia mais 
adulta, ou algo do tipo.
— Espere, Evelyn — o Duque a chamou. Evelyn 
parou e olhou para ele, fria e irritada ao mesmo tempo. — 
E na caverna? O que tem lá?
— Nada que pudéssemos levar para casa.
Ela virou-se e não disse mais nenhuma palavra. Algo 
estava acontecendo.


Muita aventura, mistério e perigos aguardam os piratas nesta caça ao tesouro.

O que achei do livro


  É uma leitura leve, rápida, sem enrolação e que flui muito bem, e que é lido em poucas horas. Gostei do livro e sempre ficava mais e mais curiosa para saber o que iria acontecer, e também ficava imaginando uma adaptação cinematográfica enquanto o lia.
  A diagramação do livro é boa e em cada lateral da página há um navio pirata. A capa também é bem atrativa. 
  No inicio do livro é apresentado cada personagem e as suas características, o que ilustra melhor e nos deixa mais familiarizados.
   É um livro excelente para adolescentes lerem. Aventuras, romance e o mistério do tesouro. 




  Para adquirir:

Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria: https://www.essenciallitterispllivraria.com/infantojuvenil




  Deixe seu comentário e até a próxima!

Resenha: "Enarê e seu amigo Trovão-Forte" - João Leles Martins

23 agosto 2017

   Olá, gatinhas e gatinhos! 
  
  A resenha de hoje é do livro "Enarê e seu amigo Trovão-Forte", do escritor parceiro João Leles Martins. 
  Venha conferir sobre este lindo livro que conta a história de duas tribos rivais.


"Enarê e seu amigo Trovão-Forte"




Enarê e seu Amigo Trovão-forte



Sinopse - por Kátia Eli Pereira

A doçura e a leveza desta história farão os leitores se apaixonarem. Contudo,  a mensagem contida nas páginas ricamente ilustradas trarão uma grande e rica lição. E não poderia ser diferente se tratando do querido escritor, cuja alma criativa cria mais um meio de ensinar uma parcela tão preciosa de nossa sociedade: As crianças. Para conseguir tocá-las com tanta sabedoria escolheu como tema, o perdão e, como cenário, a mata incluindo todos os seus habitantes, bem como, os primeiros habitantes desta porção do planeta que muitas riquezas e ensinamentos nos deixaram... Refiro-me à população indígena para qual temos grande dívida moral!
Na trama, recebemos informações a respeito de antiga contenda que resultou na inimizade de dois povos tão próximos e semelhantes no que se refere a costumes e tradições. O fato é que um simples desentendimento desencadeou uma rivalidade que perdurou décadas. Mas, como tudo nesse mundo tem  solução, o nascimento de uma linda indiazinha já fadada a trazer muitas alegrias para sua tribo, colocou fim a uma era de rivalidades. O seu grande coraçãozinho semeou a paz esquecida e preparou o campo para um novo e mais feliz período para os integrantes dos dois grupos.
Encantadora história que nasceu de outro encanto em forma de pessoa: O autor.
Os leitores são presenteados com mais esta obra direcionada a um publico ávido por grandes novidades.


Resenha 



 O livro conta a história de Enarê, um indiazinha que nasceu em uma tribo distante. O pajé viu que o futuro dela seria lindo.  
 O tempo passou, e já com seis anos, Enarê saía para divertir. Ela brincava todo dia perto do rio, onde fez amizade com os peixes e com a capivara que lá ficava.
  Um certo dia enquanto ela brincava com a capivara, viu um menino acenando para ela, como não dava para eles se falarem por estarem longe, começaram a se comunicar com acenos. Todo dia ela ia ver ele, porém um dia ele não estava lá e ela ficou triste.
  Enarê, estava lá em mais um dia observando, até que ele com mais um garoto que ela não conhecia, estavam indo até lá em uma canoa. O nome dele era Trovão-Forte. Trovão-Forte levou presentes para ela, e Enarê plantou em sua aldeia. No outro encontro, ela deu alguns presentes também.
   Um dia ela contou à ele que seu cachorro havia machucado, Trovão-Forte disse para Enarê que era para levar o seu cachorro em sua aldeia, onde uma curandeira o curou. Na tribo de Trovão-Forte havia uma mulher que não andava, então ele levou para a tribo da Enarê, onde o pajé a curou.
  O pai de Trovão-Forte disse que a tribo dele é inimiga da tribo da Enarê. A tribo de Enarê descobriu que as coisas que eles haviam ganhado era da tribo rival, então resolveram fazer uma reunião para saber se ia ter paz ou guerra.

   A decisão e o desenrolar da reunião você confere no livro. 


O que achei do livro

  Acho que sou suspeita para falar que gostei deste livro, pois simplesmente amo todos que leio do escritor João Leles Martins. 
  O livro me encantou pelo enredo e o tema central. A mensagem que o livro nos mostra é de profunda reflexão e sabedoria, além de trazer ensinamentos sobre o perdão, e um final lindo.

 O livro é bilíngue (português/espanhol), com ilustrações lindas, assim como a diagramação do livro, e as folhas são de excelente qualidade. 
  No final possui um questionário com perguntas sobre o livro, o que dá para ler e depois refletir e responder o questionário, e o que é também muito interessante para trabalhar em sala de aula. 




 Para adquirir:

Parceria: Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria

08 agosto 2017

   Olá, gatinhas e gatinhos! 

  Tenho a felicidade de anunciar a parceria com a Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria, um lugar ideal para os amantes do mundo literário, e que vem se destacando pelo trabalho com a literatura brasileira e com autores independentes. 
  Venha conhecer um pouco mais sobre a Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria.


Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria 


Sobre:


A Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria - surgiu (01/04/17) depois de muitos projetos e tentativas de fazer algo significativo no mercado literário. A sua idealizadora, Uiara Melo, depois de muito ouvir os colegas de profissão e também por encontrar dificuldades em divulgação e produção dos seus trabalhos, decidiu organizar tudo em um único lugar. Sendo assim, o EL é o lugar ideal para amantes, aspirantes e valentes do universo literário. Trabalhamos com a literatura brasileira e exclusivamente com autores independente. 



Confira o catálogo:







Redes sociais:        

  


Site:https://www.essenciallitterispllivraria.com
Facebook: https://www.facebook.com/EssencialLitterisPLL/
Twitter: @EssencialLPLL
Instagram: @essenciallitterispll











    Em breve muitas novidades! Não deixe de acompanhar. 

Até a próxima! 

Resenha: Voando para casa (Flying Home)

21 julho 2017

 Olá, gatinhas e gatinhos! 
 Hoje a resenha é de um filme com uma mensagem muito bonita, também conhecido por Racing Hearts.


Filme: Voando para casa (Flying Home) 




Título no Brasil:Voando Para Casa
Título Original:Flying Home
Ano Lançamento:
Gênero:Drama / Romance
País de Origem:Bélgica / Alemanha
Duração:95 minutos
Direção:Dominique Deruddere


Sinopse

Colin (Jamie Dornan) é um jovem americano workaholic. Um Sheik árabe (Ali Suliman) pode vir a ser o seu maior e mais lucrativo cliente. O Sheik é um apreciado de pombos e faz um trato com Colin: se o jovem conseguir a ave campeã, que é de Jos Pawels, assinará o contrato. Colin vai até Pawels, um idoso tradicional, que não liga muito para dinheiro. O americano se apaixona pela neta de Jos Pauwels e uma questão vem a tona: o que é realmente importante na vida? 


 Resenha

   Colin Montgomery, um jovem executivo, está atrás do pombo mais rápido e de uma rara espécie para um Sheik árabe que deseja vencer uma corrida de pombos. Ele aceita o desfio de conseguir a ave, será um trabalho muito lucrativo e irá garantir um contrato com sua empresa.
    Ele então parte para a Bélgica atrás de Jos Pauwels, dono do tão importante pombo. Chegando lá ele muda seu nome (ele mente que seu nome é Colin Evans) e sua história, e vai se aproximando de todos da pequena cidade,  principalmente de Isabelle Pauwels, neta de Jos Pauwels.  
   Jos Pauwels não liga para dinheiro e é apaixonado por sua ave por ela ter um significado muito importante em sua vida,  isso torna o trabalho de Colin ainda mais difícil, mas ele não deseja desistir, pois precisa fechar o contrato com o Sheik.
    Colin só não esperava que ia acabar se apaixonando por Isabelle,  agora precisa escolher entre o negócio ou amor. E se vê repensando sobre o que de fato é mais importante na vida. 





O que achei do filme

  O filme, apesar de ser clichê em muitos pontos, possui uma mensagem muito bonita e importante. Em algumas cenas já esperamos o que vai acontecer e de fato acontece, mas em outras somos surpreendidos. 
  Eu gostei do filme e me emocionei, é simples e leve, e tem drama na medida certa com o romance. É uma história bem feita, e não foca tanto no romance, ele gira em torno de decisões, a família, o que é realmente importante na vida. Gostei muito de saber sobre o pombo Cher Ami, ele salvou muitos soldados na Primeira Guerra Mundial, e isso é uma história real e muito emocionante.
   O cenário, a natureza e as belas paisagens são pontos positivos e que agradam e chamam muito a atenção.  

   Para quem quiser assistir o filme, ele está disponível na Netflix. 


  Deixe seu comentário nos contando se já assistiu, o que achou, ou se pretende assistir. 


   Até a próxima! 

Resenha: "Nanatsu no Taizai" (The Seven Seadly Sins)

18 julho 2017

 Olá, gatinhas e gatinhos!

  Temos mais uma resenha de anime!
  Hoje vamos falar de "Nanatsu no Taizai", também conhecido por "Os 7 Pecados Capitais".
  Mais um dos meus animes favoritos e inesquecíveis. 
  Esse anime e para quem gosta dos gênero ação, aventura e fantasia!

   Vamos a resenha! 
         


                                   NANATSU NO TAIZAI 






  
Direção: Tensai Okamura
Roteiro:  Shōtarō Suga
Música: Hiroyuki Sawano Takafumi Wada
Estúdio: A-1 Pictures
Episódios: 24 + 2 OVAS+ espeçiais
Genro: AçãoAventuraFantasia
Idade: 14+
Sete Pecados Capitais:




SINOPSE 


   "Os Sete Pecados Capitais”, um grupo maligno de cavaleiros que conspiraram para derrubar o reino de Britânia, supostamente foram erradicados pelos Cavaleiros Sagrados, embora ainda existam rumores de que eles estão vivos. Dez anos depois, os Cavaleiros Sagrados realizaram um golpe de estado e assassinaram o rei, se tornando os novos e tiranos governantes do reino. Elizabeth, a única filha do rei, sai em uma jornada para encontrar os “Sete Pecados Capitais”, e recrutá-los para que possam ajudar a tomar o reino de volta.


   Melioda:


O capitão dos Sete Pecados Capitais. O pecado da Ira do Dragão.Ele é o dono do bar Chapéu de Javali, conhecido por sua excelente bebida e horrível comida (cozinhada por Meliodas). Apesar de parecer uma criança, ele é extremamente poderoso e muito mais velho do que parece já que ele tem mais de 3000 anos. Mesmo sendo conhecido como pecado da Ira, ele raramente fica bravo e é muito brincalhão, pervertido, confiante e gentil com aqueles que se importa. Acredita-se que ele faz parte do Clã dos Demônios.

Diane:

O pecado capital da inveja da Serpente. Faz parte do clã de gigantes, possui um enorme poder físico e uma conexão com a terra. Ela é confiante,pouca tolerante,fará qualquer coisa para proteger uma vida inocente. Ela está apaixonada pelo Capitão, Meliodas, e sente ciúme de qualquer mulher que mostra interesse por ele.Mas ela sente inveja da afeição do Capitão por Elizabeth.




Ban :

O pecado capital da Ganância da Raposa. Também conhecido como Ban, o Imortal. Ele é excelente cozinheiro e aparentar se preocupar apenas com Meliodas e os outros pecados acima de seus próprios interesses, com exceção da sua amada Elaine, por quem ele faria qualquer coisa para tê-la em seus braços novamente. Apesar de ser o pecado da ganância, ele tem um coração profundamente carinhoso e teme perder aqueles com quem se importa. Ele também adora desafios(diante de sua imortalidade, a dor física parece não incomoda-lo).




King/Harlequin:
O pecado capital da preguiça do Urso. Seu verdadeiro nome é Harlequim e ele é o Rei das Fadas. King é gentil, empático, respeitoso, mas feroz quando necessário. King, assim como Meliodas, aparenta ser uma criança, porém esta é uma característica das fadas e não se sabe ao certo mas, as fadas assim como King, podem se transformar instantaneamente em um "humano mais adulto". Ele é "secretamente" apaixonado por Diane.



Gowther:
O pecado capital da Luxúria da Cabra. Não se sabe ao certo as origens de Gowther, mas ele é incapaz de ter sentimentos ou emoções, além de não entender muito sobre interações sociais, mas faz o seu melhor para tentar entendê-las, passando muito de seu tempo com leituras. Ele é observador, indiferente e extremamente lógico. Apesar de tudo, aparenta ser bastante fiel para Meliodas.




Merlin:
O pecado capital da gula do Javali, Merlin é conhecida como a maior feiticeira em toda a Britânia. Ela gosta de zombar e de desafiar os outros e se mostra bastante sábia em suas palavras. Merlim é uma mulher com uma personalidade sapiente(sábia).






    Escanor:  

O pecado capital do Orgulho do Leão. Sua força e personalidade variam de acordo com a hora do dia, com o seu poder sendo imenso e sua personalidade arrogante durante o dia, mas se tornando frágil e submisso a noite. Há rumores de que ele é tido como o pecado mais forte, isso sendo reconhecido até mesmo pelo próprio Meliodas no decorrer dos mangás. Ele demonstra ter sentimentos por Merlin. 

                                         

                                     






                                            RESENHA 


  Nanatsu no Taizai ou Os Sete Pecados Capitais é um anime que se trata de 7 cavaleiros mortais, nessa história diz que que eles foram erradicados pelos Cavaleiros Sagrados a 10 anos atrás, mas ainda existem boatos que eles estão vivos.
  Elizabeth, uma princesa do Reino de Britânia,  que foge de lá pois os Cavaleiros Sagrados estavam fazendo um golpe de estado e assassinando o rei. 
  Após andar muito ela acaba chegando a um bar chamado Chapéu de Javali, onde o dono do bar supostamente tinha o mesmo nome de um dos Sete Pecados Capitais. 
  Ele acaba ajudando ela a fugir dos Cavaleiros Sagrados, e foi só nessa parte que ela descobre que ele é um dos Sete Pecados Capitais, o pecado da ira do dragão, Meliodas.
  Então os dois entram em uma aventura atrás de todos os outros Pecados Capitais. 
Será que eles vão achar todos os outros Pecados Capitais!?

                        
                           O que achei do anime

    Achei esse anime muito bom e adoro ele! Ele foi o primeiro anime que assisti. 
   Já faz um tempo que eu assisti esse anime, mas é impossível esquecer ele, pois achei muito legal e também as aberturas são viciantes! Outro ponto positivo é que esse anime é dublado. Porém o ruim é que ainda não saiu a segunda temporada.
  "Os Sete Pecados Capitais" marcou muito minha vida, pois ele me deixou com mais vontade de assistir outros animes!
 Comprei alguns mangás, e pretendo fazer a coleção.


 Espero que tenham gostado da resenha! Nos conte se já assistiu este anime ou se pretende.


   Até a próxima!  
  
  
     

© Copyright Gatinha dos Livros | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: CRIATIVO DESIGNER.
imagem-logo