Resenha do filme: "A Estranha Vida de Timothy Green"

10 abril 2017

  Olá, gatinhas e gatinhos! 
  Hoje trago a resenha de um filme encantador, emocionante e delicado.



A Estranha Vida de Timothy Green

             
                       



2012 ‧ Drama/Comédia ‧ 2h 5m
Data de lançamento15 de agosto de 2012 (EUA)
DireçãoPeter Hedges
AutorAhmet Zappa





Sinopse

Um casal feliz vive a frustração de não poder ter um filho e enterra um baú no jardim contendo todos os seus desejos. Um garoto chamado Timothy aparece misteriosamente à sua porta, fazendo-os compreender que o inesperado pode ser maravilhoso.

Resenha


     
O filme "A Estranha Vida de Timothy Green" do diretor Peter Hedges. Relata a dor do casal Cindy Green (Jennifer Garner) e Jim Green (Joel Edgerton) que após várias tentativas de ter um filho, descobrem que não podem ter filhos. Uma certa noite, acabam se embebedando com vinho e escrevem tudo aquilo que queriam que seu filho fizesse e colocam em uma caixa que é enterrada em seu quintal. Logo vem uma tempestade, e surge misteriosamente Timothy, um garoto que tinha folhas na perna. O casal fica com Timothy, sendo pais muito protetores e vão descobrindo que Timothy carrega a personalidade que desejavam que seu filho tivesse. Timothy traz muita felicidade a esse casal, mas suas folhas aos poucos estão caindo.

        Essa comédia dramática traz uma fascinante associação do mundo mágico com a dor dos pais que querem ter filhos, abordando o tema de adoção, objetivo de correr atrás de seus sonhos e não dar importância as aparências. O filme é ótimo, pois nos ensina a ter sinceridade e não se importar com as diferenças, nos mostra a importância da família, além de nos trazer uma bela mensagem e nos passar ensinamentos valiosos.




  Já assistiu o filme ou ficou com vontade? 
  Nos conta! 

Beijos e até a próxima! 



                                         












Parceria: Editora Vozes

01 abril 2017

  Olá, gatinhas e gatinhos! 

  Tenho o enorme prazer e felicidade em anunciar que a Editora Vozes é parceira do blog!    
  Todos os amantes de livros devem conhecer ou já ter ouvido falar da editora ou de algum livro, é uma editora que está há muito tempo no mercado editoral e possui uma infinidade de livros publicados e vários gêneros. 

   Os livros e outros produtos da Editora Vozes estão muito presentes em minha vida, principalmente a Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, por isso é mais que uma realização ser parceira da editora. 
   



Editora Vozes




Fundada em Petrópolis, no dia 5 de março de 1901, iniciou sua trajetória imprimindo livros didáticos para atender a Escola Gratuita São José numa máquina impressora Alauzet, recuperada graças ao empreendedorismo de Frei Inácio Hinte, com o nome de Typographia da Escola Gratuita São José. Em 1907, a Ordem dos Frades Menores (franciscanos) lança a Revista de Cultura Vozes, veículo que rapidamente ganha notoriedade nos centros acadêmicos e religiosos da época. Em 1911, a revista empresta seu nome à Editora, nome que permanece até hoje.

Até os anos de 1950, a Editora produzia livros para venda por catálogo, para escolas, igrejas e livrarias, mas sem estrutura comercial externa. Sentindo necessidade de ampliar sua base de negócios planeja sua primeira expansão, abrindo unidades de negócio nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.
Nos anos de 1960, mais empreendedora e respondendo a necessidades comerciais, a Editora Vozes expande sua presença, criando unidades de negócio nas principais cidades brasileiras, modelo este que com algumas variações permanece até hoje.     Neste mesmo período, seu leque de publicações passa a acolher novos temas, sobretudo de ciências humanas, editando textos de grandes pensadores brasileiros e estrangeiros. Na década de 1960, a Igreja Católica realizou o Concílio Vaticano II. A Editora Vozes passou a ser a principal divulgadora do concílio no Brasil. O país passava a ser governado pelo regime militar, situação esta que se estenderia por mais de duas décadas. A Editora Vozes não teve receio de ser a voz da denúncia contra o regime.

A partir dos anos de 1990, a Editora Vozes aumenta o número mensal de lançamentos ampliando significativamente as áreas de abrangência de seu catálogo. O novo milênio trouxe também novos desafios, perante um mercado editorial cada vez mais exigente e competitivo. Respondendo a esta realidade, a empresa cria uma nova estrutura de gestão, definindo seus quatro negócios: a editora, a gráfica, as distribuidoras e as livrarias."






Empreendedora, comprometida com a cultura e a evangelização. É assim que se pode definir a empresa Editora Vozes Ltda. A partir de sua sede em Petrópolis, região serrana do Estado do Rio de Janeiro, onde também se situa seu moderno parque gráfico, seus livros e revistas chegam a todo o Brasil através de seus 13 centros de distribuição, e de sua rede de livrarias.
O catálogo da Editora Vozes soma mais de 2 mil títulos ativos, número este que é acrescido a cada mês com uma média de 15 lançamentos. Ao longo dos anos, as linhas de publicação da Editora Vozes passaram a ser reconhecidas por sua seriedade e consistência, consolidando assim uma liderança editorial em diversas áreas do conhecimento como: PedagogiaFilosofiaPsicologiaSociologiaAntropologiaCiências PolíticasDinâmicas de grupoMetodologia de ensino e pesquisaHistóriaComunicaçãoLetrasServiço SocialEcologiaSaúdeTeologiaSagrada EscrituraLiturgiaEspiritualidadeLiteratura de autoconhecimento,FranciscanismoDevocionaisCatequesePastoral e Ensino Religioso.


Contatos da Editora Vozes
http://www.universovozes.com.br/
Editora Vozes Ltda
Caixa Postal 90023 Rua Frei Luís, 100, Centro
Cep 25689-900 Petrópolis/RJ



Televendas (24) 2233-9029 / (24) 2233-9042
http://www.universovozes.com.br/




Site: http://www.universovozes.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/EditoraVozes/

Instagram: https://www.instagram.com/editoravozes/


 Twitter: https://twitter.com/Editora_Vozes



Resenha: "Dom Casmurro" - Machado de Assis

28 março 2017

  Olá, gatinhas e gatinhos! 
  Tive a honra de fazer a leitura do clássico da literatura brasileira, simplesmente apaixonante e instigante. 


Dom Casmurro - Machado de Assis









Título: Dom Casmurro
Autor: Machado de Assis
Editora Vozes (Livro cedido pela editora)
Código ISBN: 9788532651686
Formato: 11,0x18,0 cm
Acabamento: Brochura
Número páginas: 296
1ª edição
Ano de lançamento: 2016




Escrito em 1899, mas apenas publicado em 1900, pela Livraria Garnier do Rio de Janeiro, Dom Casmurro é um dos romances mais lidos e analisados da literatura brasileira. Seu autor, Machado de Assis, nesta época, já alcançara um grande prestígio e reconhecimento dos seus leitores e da crítica especializada.


     Narrado em primeira pessoa, o livro inicia com Bento Santiago contando como lhe foi atribuído o apelido de Dom Casmurro.


Não consultes dicionários. Casmurro não está aqui no sentido que eles lhe dão, mas no que pôs o vulgo de homem calado e metido consigo. Dom veio por ironia, para atribuir-me fumos de fidalgo.

   Já na casa dos 60 anos, vivendo solitário, resolve escrever este livro para unir a pontas da infância com a velhice.

  A mãe de Bentinho, Dona Glória, após perder o primeiro filho, fez uma promessa que se o segundo filho viesse com vida o faria padre. 

  Bentinho, vive em Matacavalos, com sua mãe, tio Cosme, a prima Justinao agregado José Dias.
  Capitolina (Capitu), sua vizinha e amiga de infância, vai se tornando algo a mais para ele.
  Os dois estão apaixonados, mas Bentinho precisa ir para o seminário para cumprir a promessa de sua mãe. Dona Glória, não quer se separar de seu único filho, mas não deseja quebrar a promessa.
  Bentinho, vai para o seminário e promete para Capitu que casaria com ela.
  No seminário, Bentinho, se torna muito amigo de Escobar, e descobre que este também não queria se tornar padre. 
 Enquanto isso, Capitu se torna mais próxima de Dona Glóriacuidando, e esta começa a ver Capitu com bons olhos.
  Escobar, tem uma ideia para que Bentinho possa deixar o seminário sem que a promessa seja descumprida. 
 Bentinho, deixa o seminário, se forma em direito, e se casa com Capitu. Escobar casa-se com Sancha, a amiga de Capitu. 
 Logo nasce a filha Escobar e Sancha, e eles a colocam o mesmo nome de Capitu. Bentinho, fica triste por ainda não ter um filho, mas após algum tempo, eles conseguem ter um filho e colocam o nome de Ezequiel, em homenagem a Escobar.
  Após ver a reação de Capitu frente à tragédia que acontece com Escobar, Bentinho começa a ter dúvidas sobre a fidelidade de Capitu, e este começa a ver tamanha semelhança entre Ezequiel e Escobar. Deste modo, ele começa a sentir traído pelas duas pessoas que mais amou, Capitu e Escobar. 
  Bentinho, chega a tentar tomar veneno, e esta parte nos surpreende com o modo que ele acredita que Ezequiel  não é seu filho.
  O casal decide separar-se, mas tentam encobrir a separação, por causa de polêmica que seria. Capitu e Ezequiel viajam para a Europa, e Bentinho passa tempo sem os ver, voltando sempre ao Brasil, e assim se tornando o Dom Casmurro. 


   O que achei do livro



  Dom Casmurro é um livro impossível de esquecer, pode passar anos que tenha lido, e ele sempre vai estar na nossa memória.
 A dúvida presente no livro e o tema tratado, nos aguça e meche com o nosso psicológico. Sem falar que o livro é complexo e a cada leitura podemos ter uma interpretação.
  Os capítulos do livro são bem curtos e possui no total de 148.
 E enredo é muito detalhado, o que pode tornar a leitura cansativa para alguns, mas a forma como é narrado nos coloca dentro da estória, criando um diálogo com o leitor.

 Esta é uma edição de bolso, mas nem por isto deixa a desejar. As folhas são amareladas, e as letras são de um tamanho muito bom. 
 Um detalhe que gostei muito na edição do livro foi as notas de rodapé, assim melhora muito o entendimento sobre o que está sendo falado, as referências de lugares e citações de obras. 
 Esta maravilhosa capa tem a combinação perfeita com o enredo do livro, mostrando o lado solitário e o mistério. 


Para adquirir esta edição:  http://www.universovozes.com.br/livrariavozes/web/view/DetalheProdutoCommerce.aspx?ProdId=8532651682


Resenha: "Charlotte" (Anime 2015)

23 março 2017

  Olá, gatinhas e gatinhos! 
  Hoje é a primeira resenha de Anime aqui no blog, e é de um que é pouco conhecido, foi lançado em 2015. Muito legal e indicado para quem gosta de um Anime sobrenatural e uma comédia dramática.


     


                                              

   Charlotte

 


 Primeiro episódio2015
 Número De Temporadas1    
IdiomaLíngua japonesa    
PersonagensYuu Otosaka,Nao Tomori,Ayumi Otosaka,
Nishimori,Misa KurobaneJōjirō Takajō    
GênerosAnime, Sobrenatural, Comédia dramática.

  SINOPSE      




    Num mundo alternativo, uma pequena percentagem de crianças são capazes de manifestar seus superpoderes ao atingir a puberdade. A história é ambientada na Academia Hoshinoumi e acompanha os membros do conselho estudantil, que ajudam os outros alunos com problemas decorrentes das suas habilidades. Yuu Otosaka utiliza seu poder sem ter conhecimento deles, vivendo seu cotidiano normalmente. No entanto, depois que ele conhece uma garota misteriosa chamada Nao Tomori, o destino dos usuários especiais com poderes poderá ser exposto.

                                                RESENHA    

    
  Yuu Otosaka, sempre usou seu poder em benefício a si mesmo, para trapacear nas provas e ser a pessoa mais inteligente, e estar sempre em primeiro lugar. 
  Ele ao ser descoberto por Nao Tomori, ele é obrigado a ir para  Academia Hoshinoumi, junto com sua irmã mais nova, Ayumi Otosaka.
   Na Academia Hoshinoumi  ele se torna um membro o conselho estudantil e ajuda achar mais pessoas com dons.
  Uma deles e a cantora famosa Misa Kurobane, que também acaba entrando para conselho estudantil.
  No decorrer da trama,  ele descobre o verdadeiro significado de sua habilidade de roubo. 
  Yuu Otosaka, nunca gostou de sua mãe por ela ter dado a sua guarda e da irmã para seu tio, mas quem é esse tio? Ele não sabe, já que suas memórias foram apagadas.
 Yuu Otosaka, conhece seu tio e descobre que na verdade ele tem um outro parentesco com ele.
  
                       
             
                                       

                                          CONCLUSÃO DO ANIME


  Eu gostei do anime é bem pequeno, só tem 13 episódios e um OVA(Original Video Animation), e ele só tem na forma legendado (o que é ruim para quem só gosta de dublado). 
  Achei triste, e até cheguei a chorar.
  Eu gostei do anime, mas o final deixou a desejar, e acho que poderia ter uma segunda temporada do anime que iria ficar mais legal, porém acho que isso é bem difícil de acontecer. 
  Já faz um tempinho que assisti, mas eu não esqueço, principalmente que quando eu assisti fiquei viciada.
  Vai ocorrendo várias coisas durante os episódios, que deixa mais interessante, e sempre há um mistério. 
  

CURIOSIDADES


   O anime se chama assim por ter um meteoro chamado Charlotte, ele passou pela Terra e derramou micropartículas. Quem respira essas micropartículas ganharia super poder, porém esse poder não duraria para sempre, somente até o final da adolescência, depois as pessoas perderiam o poder! 
                                           
                                                                               


  Gostou? Não esqueça de comentar e compartilhar! 
 Beijos e até a próxima! 














   

Resenha: "A Poetisa do Coração" - Andressa Andrião

27 fevereiro 2017

 Olá, gatinhas e gatinhos! 
 Hoje a resenha é de um livro bem fofo da autora parceira, Andressa Andrião. 
 Vamos um pouco do Tiago, um estudante de engenharia, fechado e que não gosta de literatura, e Elisa, colega de Tiago, uma poetisa, apaixonada pelas palavras.  


A Poetisa do Coração - Andressa Andrião







Título: A Poetisa do Coração;
Autora: Andressa Andrião
Editora: Amazon (Publicação Independente);
Número de Páginas: 40.


                 Sinopse

Tiago é um estudante de engenharia com um traço muito comum: ele odeia ler. É assim não somente porque não gosta de palavras – como acontece com muitas pessoas –, mas porque não consegue entender o sentido desta arte. Ele é racional, simples e direto. A maioria dos livros são complicados, sentimentais e nem um pouco diretos. Tudo o que ele não é. Acreditava que seria assim para sempre, porém uma oportunidade de mudar lhe surge quando encontra o caderno secreto de uma de suas amigas. Um caderno repleto de sentimentos, que poderia muito bem ser como qualquer outro, isso se não tivesse uma característica muito importante: era destinado a ele, mesmo que a escritora jamais sonhasse em lhe entregar.

A POETISA DO CORAÇÃO é o primeiro de uma série de contos independentes nomeada EXPRESSÕES DA ALMA. Ela reúne histórias sobre mulheres artistas que transformaram algo através de sua arte.




Resenha

  
   
  O livro é narrado em terceira pessoa e com foco em dois estudantes de engenharia, Tiago e Elisa. 

 Tiago está na biblioteca a procura de um livro que precisa para estudar para a prova, quando vê sua amiga Elisa.  Ela está saindo apressada e acaba deixando um caderno cair. Tiago, vê o caderno e pega para devolver para sua amiga quando a encontrasse. Acontece que uma força faz com que Tiago leia o caderno de Elisa, logo no início se depara com o seguinte verso: 

Patético para mim é quando meus sentimentos se tornam tão intensos que eu preciso de um caderno apenas para poder conviver com eles.


 A curiosidade toma conta de Tiago, que pensativo e ainda mais curioso para saber para quem Elisa dedicava aqueles lindos versos. 


Terrível para mim é saber que eu preciso de um papel para demonstrar o que deveria ser tão
óbvio, o que deveria vir para mim naturalmente com palavras e ações.
Ridículo para mim é não demonstrar o que é tão real em meu coração.
Revoltante para mim é saber que, por mais que eu escreva, esses sentimentos jamais
chegarão até você.

  Enquanto isso, Elisa, chora e fica muito triste, não só por ter perdido seu caderno com seus escritos do qual se dedicara tanto, mas também com medo dele cair em mãos erradas. 


 Tiago, vai conhecendo conhecendo melhor Elisa através do caderno e se aproximando mais dela. Enquanto isso, Elisa, perde a esperança de encontrar seu caderno.

 Então, Tiago, que antes era uma pessoa fria, se torna cativado pela beleza dos sentimentos e por Eliza. E, Eliza, vê sua vida se transformar. 


O que achei do livro


 O livro é bem curto (40 páginas), mas nem por isto deixa a desejar em seu conteúdo, o qual achei que foi muito bem elaborado e aproveitado.
 Este é um daqueles livros que é impossível de largar, a estória nos prende e ficamos querendo saber o que vai acontecer e de olho na última página, além de ser bem leve. É um livro que pode ser lido várias vezes, pois é isto que ele provoca, querer ler e reler.  
  Andressa Andrião, soube criar uma linda estória, com sentimentos e realidade , mostrando o amor de uma forma pura e singela.   
 O livro me cativou com a forma simples, a linguagem leve, a forma como os sentimentos foram tratados, e também pela forma profunda que ele nos atinge. 

Onde comprar: 




 Gostou? Não esqueça de comentar e compartilhar! 
 Beijos e até a próxima! 




© Copyright Gatinha dos Livros | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: CRIATIVO DESIGNER.
imagem-logo